3 mitos matemáticos que impedem muitos alunos de aprender

 

Se você pedir aos alunos para citar um assunto que eles temem ou não gostam, é provável que você ouça “matemática” ser mencionada muitas vezes. 

De fato, sempre houve uma suposição comum de que a matemática é um assunto misterioso e desafiador. Por esse motivo, muitos alunos acham difícil entender matemática e ter sucesso em suas aulas de matemática. Isso é agravado pelo fato de que inúmeros equívocos cercam o assunto.

Esses mitos matemáticos perpetuam a ansiedade matemática e desencorajam os alunos de tentar aprender e amar a matemática. 

Portanto, é crucial desmascarar esses mitos e promover o significado e a alegria de aprender matemática o máximo possível. Continue lendo para descobrir três dos mitos matemáticos mais comuns que podem estar impedindo seu filho de se tornar um mago da matemática.

Mito 1: Nem todo mundo é capaz de entender matemática

De acordo com suposições populares, a matemática é um assunto complexo que nem todos podem aprender. Este é talvez o equívoco mais comum que impede muitos alunos de compreender completamente a matemática. Muitas pessoas acreditam falsamente que a matemática é inata – que alguns nascem com a chamada “mente matemática”, enquanto outros não. 

Esse equívoco é ainda reforçado pela afirmação de que apenas um grupo de elite de estudantes possui a capacidade de fazer matemática.

No entanto, não há muita verdade nesse mito para muitos académicos e pesquisadores, especialmente ao resolver problemas matemáticos. 

A possível razão pela qual esse mito é tão difundido é que a sociedade tende a favorecer e valorizar os alunos que de forma natural, precisa e rápida memorizam fórmulas e resolvem equações, excluindo assim o restante dos alunos. Na realidade, todos são capazes de fazer matemática de maneiras diferentes.

Mito 2: Matemática é apenas memorização

Embora a memorização seja um componente crítico da matemática, não é o único meio de aprender conceitos ou teorias matemáticas. Desenvolver o tipo de conhecimento e habilidades para analisar regras e fórmulas matemáticas não pode ser alcançado apenas através da memorização. 

Também é necessário que os alunos os compreendam, particularmente sua aplicação a situações da vida real. Se um aluno só aborda a matemática através da memorização, provavelmente não será capaz de desenvolver habilidades de pensamento crítico.

7 dicas chaves para estudar matemática para Exames de Admissão

A capacidade de memorizar fórmulas e entender os conceitos por trás delas deve sempre andar de mãos dadas na matemática. Os alunos que desenvolvem uma compreensão completa da matemática desenvolvem a capacidade de criar atalhos ou maneiras de resolver problemas matemáticos em vez de apenas seguir os processos fornecidos nos livros didácticos. Em última análise, isso os ajuda a escolher os melhores métodos de aprendizado que funcionam para eles.

Mito 3: Matemática não deve ser divertida e criativa

Muitos alunos se recusam a prestar muita atenção à matéria de matemática porque acreditam que ela é muito chata. No entanto, embora aprender matemática possa ser um processo lento e contemplativo, pode ser divertido e criativo ao mesmo tempo. A chave aqui é que os professores ou tutores incorporem maneiras interessantes para os alunos aprenderem matemática.

Conclusão

Embora os conceitos e fórmulas de matemática possam parecer intimidantes no início, entendê-los não é tão complicado nem terrível como muitas pessoas acreditam. Ao contrário dos equívocos populares, todos podem aprender matemática de maneira diferente, e o processo de aprendizado não precisa ser monótono. Ao conhecer as verdades por trás desses mitos, os alunos podem agora apreciar melhor a beleza e os benefícios da matemática.

 

Enviar um comentário

0 Comentários